30 de janeiro de 2010

Luau Beneficente na praia de Boa Viagem 31.01.10


Aproveitando as férias em Recife, a banda Volver convida a galera para participar de um luau beneficente na praia de Boa Viagem, neste próximo domingo (31). A partir das 18h, em frente ao edifício Portugal, o grupo vai arrecadar alimentos não perecíveis e garrafas de água mineral para serem doadas às vítimas do Haiti.


A ação também receberá roupas e artigos infantis para serem entregues a uma instituição carente da cidade. Quem for doar, poderá conferir ainda um show da banda. A ação conta com apoio da Prefeitura do Recife e a entrada é gratuita.

27 de janeiro de 2010

Liberdade



Oi meus amores, saudade daqui, de vocês.

Mudei o foco esses dias, aproveitei para não acessar a internet, ver e-mails, atender celular, acessar msn... Desplugar, liberdade. Tive vários assuntos para falar com vocês, mas me deu uma preguiça... Coisas do verão!
Minha vontade é ficar o tempo inteiro na rua, conhecer gente nova, fazer coisas diferentes, aproveitar o calor, tomar muito caldo de cana e me jogar no chuveiro 3x ao dia.
Hoje a tarde tiver que resolver uns assuntos em Olinda, estacionei o carro e fiz todo o percurso pela orla. Deeeeeeelicia! O pessoal da malhação se acabando na pista de corrida, outros tentando surfar, criançada e sorvetes.
 
Hoje fazemos amigos com muito mais facilidade, mas dividimos menos nossa conquistas e dificuldades. Temos mais acesso a cultura, informação, mas não nos aprofundamos tanto em assuntos que nos interessam. Uma pena!


Sugiro que você faça uma coisa diferente amanhã, por menor que seja, faça algo que há muito tempo você não faz. Se dê este prazer.


É verão! E a vida é curta, curta!


23 de janeiro de 2010

Irene e sua Peixada



Tirei essa foto hoje, tá quentinha. Minha mãe preparou para o almoço de hoje, até então não lembro de ter postado nenhuma comidinha dela aqui. Delicioso e muito cheiroso.

Modéstia a parte, mas mamis arrasa na cozinha, nossa, ela tem um tempero divino.

Se eu herdei? Talvez, quem sabe.  Já que ela tem todo o prazer em cozinhar, não sobra muito espaço para eu mostrar meus dotes culinários, mas acreditem:  Toda comida que eu  preparo é feita com muito amor,  me dedico mesmo, seja uma receita de revista ou uma de autoria própria.  Se é pra fazer, melhor que seja bem feito.

Preparo bem: café, ovo, cuscuz, chesse cake, vitaminas, sucos, saladas e sanduíches.  Garanto que ninguém vai ficar com fome, e tudo fica uma gostosura.  Herança eu tenho, é só praticar.

Detalhe: Eu gosto muito de ir ao supermercado, pode me deixar horas ali, fico imaginando todo tipo de prato enquanto compro... Perigosíssimo.

Essa sou eu na cozinha.

O Homem que Engarrafava Nuves



Ontem também vi o trailer do documentário “O Homem que Engarrafava Nuvens” de Lírio Ferreira.  Adoro documentários, coisa de quem assistia quando criança, mundo animal.  Esse eu não vou perder, claro.


Quando as pessoas pensam em música brasileira, pensam em samba e bossa nova. Entre esses dois ritmos há uma década esquecida. Um período em que um ritmo nordestino foi levado ao sul, tomou o país como um furacão, e logo se espalhou pelo mundo.

É o mais excitante e autêntico de todos os sons brasileiros. BAIÃO.

“O HOMEM QUE ENGARRAFAVA NUVENS” é sobre o seu criador, Humberto Teixeira.


Dirigido por Lírio Ferreira, o premiado diretor de “Árido Movie”, “Cartola” e “Baile Perfumado”, esse documentário – musical conta a história de Humberto Teixeira, o “Doutor do Baião”, o compositor por trás de clássicos como Asa Branca, uma das canções mais populares do Brasil.

O filme é não só uma celebração de genialidade poética e musical de Teixeira, mas também uma jornada de descoberta, do sertão, do baião, da cultura e da história do Brasil.

Retirantes, Cinema e Ideal




Ontem a noite fomos assistir ao filme sobre a história do Lula e, de sua vinda do sertão de Pernambuco até a trajetória como líder de sindicato. 

Lula, o filho do Brasil, bem que poderia ser: O filho de Dona Lindu, assim como os filhos de Francisco.  Quantas Donas Lindu existem soltas poraí, como é importante ter uma boa mãe, um exemplo de mulher.   Não quis julgar o filme como bom ou ruim, fiquei mais pensando nela, do que no Lula.

Pensei nas histórias que estão por trás, nas histórias que nos transformam dia após dia, nesse tanto que na vida somos todos.

Quero muito ser uma boa mãe, preparar meus filhos para o mundo e mantê-los com esperança nos olhos.

Assista ao filme.

Um capítulo a parte é o Cinema São Luis, igualzinho ao da foto, refrigerado e com espaço entre as poltronas de causar inveja a qualquer sala, enorme, sem aperto nenhum.  Lindo, lindo, lindo.  Melhor, ingresso R$ 4,00 e estudante R$ 2,00.  Estava lotadooooooo

Beijos e aproveitem

22 de janeiro de 2010

SONHO


Acho essa música da Paula Toller, maravilhosa "À noite sonhei contigo"

À noite sonhei contigo
E não tava dormindo
Justo ao contrario
Estava bem desperto

Sonhei que não fazia
O menor esforço
Para que te entregasses
Em ti já estava imerso

Que lindo que é sonhar
Sonhar não custa nada
Sonhar e nada mais
De olhos bem abertos
Que lindo que é sonhar
E não te custa nada mais que tempo

Sofrer com tanta angústia
Por coisas tão pequenas
Gastar essa energia
Assim não vale à pena

Quem dera me livrar
Pra sempre de mim mesmo
E só me reencontrar
Lá no teu doce abismo

21 de janeiro de 2010

Comer, Rezar e Amar 2



Quando pensei em escrever esse texto, a primeira coisa que me veio a cabeça foi a amizade, mas os pensamentos e os sentimentos acabam se misturando, a cabeça entra em desordem.
Uma lembrança ruim apareceu: “...Sinta o que quiser, isso é com você escolher sentir ou deixar de sentir, enjôo, medo, amor...” Que eu me lembre, essa foi a pior frase que ouvi em toda minha vida, pior no sentido de abandono, desprezo... Muito pior do que ser solicitada que suma.

E por falar em amizade, você já colocou a sua a prova?

Já viveu situações capazes de confiar cegamente em alguém?
Ouvimos declarações belíssimas, palavras dignas de se colocar na parede com moldura e tudo, mas basta experimentar uma raiva, ou mesmo contrariar uma vontade para o quadro cair da parede. Experimente!

É claro que nunca se pode generalizar, nem mesmo dizer nunca. Tem “amigos” que nos surpreende e nos presenteia com atitudes maravilhosas.

Colocando numa calculadora, era maior que amor, eu me sentia a dona do planeta, uma certeza de poder tudo, uma confiança que me tirava do chão e de tão grande me fazia experimentar o ar...   Tudo balela, essa era uma escolha minha, e só era real por era minha. 

O restante não existia.

Mudança



Estou de mudança. 

Ontem fiz as pazes com meus cabelos curtos, descobri um novo salão de beleza e uma cabeleireira Edward mãos de tesoura, resolvi experimentar outra cadeira. Fiquei ainda mais bonita! Um despenteado maravilhoso.

E o que é realmente bom dessa vida, despenteia...
- Fazer amor, despenteia.
- Rir às gargalhadas, despenteia.
- Viajar, voar, correr, entrar no mar, despenteia.
- Tirar a roupa, despenteia.
- Beijar à pessoa amada, despenteia.
- Brincar, despenteia.
- Cantar até ficar sem ar, despenteia.
- Dançar deixa seu cabelo irreconhecível... 
 sempre vai estar mais despenteada a mulher que decide ir no primeiro carrinho da montanha russa.
O aviso de páginas amarelas deste mundo exige boa presença:
Arrume o cabelo, coloque, tire, compre, corra, emagreça,

coma coisas saudáveis, caminhe direito, fique séria...

e talvez deveria seguir as instruções, mas

quando vão me dar a ordem de ser feliz?

Entregue-se, coma coisas gostosas, beije, abrace, dance, apaixone-se, relaxe, viaje, pule, durma tarde, acorde cedo, corra, voe, cante, arrume-se para ficar linda, arrume-se para ficar confortável!

Deixe a vida te despentear!

20 de janeiro de 2010

Menino Blog



E
Ela Tinha.... suspirado
Tinha beijado o papel devotamente.
Era a primeira vez que lhe escreviam aquelas sentimentalidades
E o seu orgulho dilatava-se ao calor amoroso que saía delas
Como um corpo ressequido que se estira num banho tépido.
Sentia um acréscimo de estima por si mesma,
E parecia-lhe que entrava enfim
Numa existência superiormente interessante
Onde cada hora tinha o seu encanto diferente
Cada passo conduzia a um êxtase

E a alma se cobria de um luxo radioso de sensações.
 
Eu sou apaixonada por esse trecho da música, Amor I love you - Marisa Monte.  E sempre que eu penso em amor, sempre, lembro dessa sensação que a música descreve.
 
Daí resolvi relembra-la em homenagem as 365 postagens aqui no blog, se postasse diariamente um único post, hoje estaria completando meu primeiro ano de blog. 
 
Ter esse diário virtual é puro amor, aqui tem muita coisa da minha vida, tem muito de mim e de todos que amo.  Futuramente teremos um livro de boa parte do que tem aqui, tudo selecionado com todo amor.

18 de janeiro de 2010

Pensamento

 
"Não há sentido em orar como um santo pela manhã, e viver como um bárbaro o resto do dia."

17 de janeiro de 2010

Fotografia



Tirei essa tarde chuvosa para brincar de editar fotos, baixei um programinha que pinta miséria com as fotos.  Essa obra aí foi minha

Não basta cada mergulho um flash, eu quero mais. Além de gostar de estar na frente de uma câmera, gosto muito de clicar o mundo, e tenho uma atração por quem tem uma visão apurada pra isso. Por mim publicaria todo bom trabalho que visse pela frente, amo de paixão; mas não basta ser qualquer foto, tem que falar, tem que gritar, chorar, abrir a minha boca...

O olho de um fotógrafo fala muito de sua alma, não imagino que alguém possa se esconder por trás de uma fotografia, os olhos não mentem.  Uma pessoa pode escrever o melhor livro, o melhor texto ou poema, lá ela pode mentir, disfarçar, ocultar, e até falar a verdade, mas numa fotografia não há possibilidades, é a alma que fala mais alto, é o que se sente, é o que se é.  

Já que a vida é curta, obrigada a todos os bons fotógrafos que sabem eternizá-la.


16 de janeiro de 2010

Aha em Recife



Os fãs se preparem, Aha estará conosco em 18.03 no Chevrolet Hall

Sopa



Eu sou fã de caldos, seja ele em forma de sopa ou não, por isso estou sempre postando uma fotinha de sopas...
O cinema São Luis reabriu. Uma parte da minha adolescência passei lá, era uma curtição com minhas amigas, turma do cursinho...  Ontem a noite fui conferir a reforma do cinema e aproveitar para assistir ao filme do Lula, quis fazer tudo como fazia antigamente, fui e voltei de ônibus (adorei não ter que dirigir), a noite é tudo mais calmo, e fazia tempo que não observava a cidade e relaxava.

Nossa! Quanto tempo não faço isso: andar pela Av.Conde da Boa Vista. É um verdadeiro "gueto", se vê de tudo, é um lugar para todas a tribos... Acabei não entrando no São Luis, já se aproximava das 9 da noite e lá, o filme do Lula só entrar em cartaz na semana que vem, apesar de já está rolando em todos os outros cinemas, é lá que vou assitir.

Fui até o multiplex Boa Vista, o shopping estava lotado de surdos e mudos, juro, parecia algum congresso, atravessei uma nuvem de sinais e me senti um peixe fora d'água, e olha que engraçado, eu estava querendo ouvir o que eles estavam falando, isso é que eu chamo de inclusão.

Tocar


"Hay que endurecerse, pero sin perder la ternura jamás."
Che Guevara

Escrever


“Escrever é procurar entender, é procurar reproduzir o irreproduzível, é sentir até o último fim o sentimento que permaneceria apenas vago e sufocador”.


Clarice Lispector

15 de janeiro de 2010

Sensação 2

Foto: Ed Souza


Quisera eu ter o dom da fotografia e poder eternizar o belo, o alegre,o triste, o improvável, o absurdo e pq não o feio. O dom não tenho mais posso brincar, fazer de conta que tenho, e assim registrar algo ou alguém! Minhas fotos, feitas por mim´, só uma brincadeirinha ... Já que a vida é tão séria quis brincar de fotográfo....E acho que vai dar certo! Divido com você minhas primeiras imagens! 

Ed Souza

Pronto Ed, dubliquei a sua foto do meu beco. Postei também o seu texto, mesmo você não querendo aparecer de jeito nenhum. Bem, não mandei ser meu amigo, problema seu. Obrigada por visitar sempre o Vida Curta, você é muito bem vindo.  Obrigada pela amizade sincera e verdadeira, valeu maninho.

14 de janeiro de 2010

Sensação





Só pra deixar registrado que acho esse beco um charme, ultra mega romântico. Fica no final da ladeira da misericórdia, isso, aquela que vai dá no Alto da Sé - Olinda. Essa flores, a curva... Tenho a sensação que já estive por lá em algum passado bem distante, ou já vivi em algum lugar muito parecido.

Sensações.

13 de janeiro de 2010

O dever da faceirice

Foto:Bety Bückér


Algumas mulheres, felizmente poucas, relegam a faceirice a um plano secundário, explicando esse desinteresse como “superioridade intelectual”. Nada mais falso. A mulher moderna sabe que, apesar da evolução da ciência e das artes, o homem continua o mesmo, e o principal atrativo que encontra na mulher é a sua aparência física. Julgar que porque se casou com ele está dispensada de seduzi-lo é outro grave erro. O homem é volúvel. Sua busca da “mulher ideal” é apenas a forma romântica com que enconbre essa volubilidade, e geralmente envelhecem sem descobrir realmente o que querem da mulher. Só sabem que a querem. Sempre bonita e renovada, se possível.



Um rosto bonito, uma figura elegante sempre exercem grande poder sobre eles. A mulher que ama a um deles tem de fazer tudo para prendê-lo , portanto, esse tudo é a sedução diária e constante. Eu sei, minha amiga! É cansativo isso, e um pouco tolo, mas que se há de fazer?

Se o seu marido está acostumado a vê-la despenteada, em chinelas, de roupa desleixada, sem pintura, aos poucos ele irá esquecendo a figurinha bonita que o atraiu antes, quando você só lhe aparecia enfeitada e perfumada. Comecerá a perguntar a si mesmo o que existe em você, afinal, de interesse… e a resposta é perigosa, minha cara! Por outro lado, a rua está fervilhando de mulheres bonitas, mais bonitas porque têm a atração do desconhecido e do proibido. Nenhum homem, numa hora destas, tem imaginação bastante para ver, sob as carinhas de boneca encontradas na rua a mesma figura de mulher de chinelas, despenteada e mal cuidada que ele deixou em casa.

Renan, com grande sabedoria, já dizia: “A mulher, enfentando-se, cumpre um dever; ela pratica uma arte, arte delicada, que é mesmo, até certo ponto, a mais encantadora das artes”. A faceirice é, portanto, obrigação para a mulher. Nem a mulher de negócios, nem a cientista, nem a mulher de letras, nem a esportista dispensam esse dever primordial para a conquista do homem. Afinal, podemos pensar deles o que quisermos, mas precisamos deles para completar a nossa felicidade, não é mesmo? Façamos, portanto, por conquistá-los.


Clarice Lispector; organização de Aparecida Maria Nunes – Rio de Janeiro: Rocco, 2006.
 
E não é que é verdade, meninas!  Beijos

12 de janeiro de 2010

Marcas da Bolinha de Papel


Quando comecei a escrever este texto, estava numa sala de espera de uma clinica aguardando meu pai.  Muitas coisas passam pela minha cabeça quando o ócio se instala.
As três atendentes da clínica tinha uma cara horrível, mal humor, fofocavam muito...  O vazio.

Fiquei pensando porque nós somos tão esquisitos.  Aproveitando, quero dizer que o vício de escrever no computador, está me deixando com preguiça de escrever a mão.

...Então, lembrei das bolinhas de papel da escola. Lembra?
Você era do tipo que jogava a bolinha nas pessoas, ou levava bolinhas? hein?
Será que elas jogavam muitas bolinhas? As ditas citada mais acima... Sim porque a maioria que leva bolinhas vira best seller...

Idealizamos tantas coisas, fazemos projetos, sonhamos o par ideal e o que nos resta são as benditas bolinhas de papel.  Os traumas, as angústias, a reclamação, a desculpa para tudo.

Papel tá caro né gente, olha a preservação das matas hein pessoal!

A vida é curta. Curta!

Tem dia que eu viajo na maionese, rsrsrs

11 de janeiro de 2010

PUPUNHA



Oi pessoal,
A Multiconfecções preparou uma série de produtos ecológicos para você sair desfilando poraí.
Sua emPresa também pode entrar na moda e ajuDar a salvar o planeta. 
São os bons hábitos e atitudes que fazem a grande diferença em prol do nosso planeta.

Confira: WWW.OMUNDOABERTO.BLOGSPOT.COM

Morte



"A morte, por si só, é uma piada pronta.

Morrer é ridículo.

Você combinou de jantar com a namorada,

está em pleno tratamento dentário, tem planos pra semana que vem,

precisa autenticar um documento em cartório, colocar gasolina no

carro e no meio da tarde morre. Como assim?

E os e-mails que você ainda não abriu, o livro que ficou pela metade, o telefonema que você prometeu dar à tardinha para um cliente?

Não sei de onde tiraram esta idéia:

MORRER!!!

A troco? Você passou mais de 10 anos da sua vida dentro de um colégio

estudando fórmulas químicas que não serviriam pra nada, mas se manteve

lá, fez as provas, foi em frente. Praticou muita educação física,

quase perdeu o fôlego, mas não desistiu. Passou madrugadas sem dormir para

estudar pro vestibular mesmo sem ter certeza do que gostaria de fazer

da vida, cheio de dúvidas quanto à profissão escolhida, mas era hora

de decidir, então decidiu, e mais uma vez foi em frente...

De uma hora pra outra, tudo isso termina numa colisão na freeway,

numa artéria entupida, num disparo feito por um delinqüente que gostou do seu tênis.



Qual é?



Morrer é um chiste.

Obriga você a sair no melhor da festa sem se despedir de ninguém,

sem ter dançado com a garota mais linda,

sem ter tido tempo de ouvir outra vez sua música preferida.

Você deixou em casa suas camisas penduradas nos cabides, sua toalha úmida no varal, e

penduradas também algumas contas.

Os outros vão ser obrigados a arrumar suas tralhas, a mexer nas suas gavetas,

a apagar as pistas que você deixou durante uma vida inteira.

Logo você, que sempre dizia: das minhas coisas cuido eu.

Que pegadinha macabra: você sai sem tomar café e talvez não almoce,

caminha por uma rua e talvez não chegue na próxima esquina,

começa a falar e talvez não conclua o que pretende dizer.

Não faz exames médicos, fuma dois maços por dia, bebe de tudo, curte

costelas gordas e mulheres magras e morre num sábado de manhã.

Isso é para ser levado a sério? Tendo mais de cem anos de idade, vá lá, o

sono eterno pode ser bem-vindo. Já não há mesmo muito a fazer, o corpo não

acompanha a mente, e a mente também já rateia, sem falar que há quase

nada guardado nas gavetas.

Ok, hora de descansar em paz.

Mas antes de viver tudo? Morrer cedo é uma transgressão,
desfaz a ordem natural das coisas. Morrer é um exagero.

E, como se sabe, o exagero é a matéria-prima das piadas. Só que esta não tem graça.

Por isso viva tudo que há para viver.

Não se apegue as coisas pequenas e inúteis da Vida... Perdoe... Sempre!!!"

Adiar...Adiar...Adiar...será Sempre o melhor dos caminhos?

Pedro Bial

10 de janeiro de 2010

Casamento



É um tema pra se conversar no Aloma, tomando umas diritinhas, na certeza de que se chegarmos a uma conclusão, vai ser lá pela madrugada. rsrsrsr

Só o amor não realizado pode ser romântico - Do filme: Vicky Cristina Barcelona.

Será?

A vida é curta.Curta!

Agradeça



E afirme a vida, apesar de tudo.

Mercado Pop


Vai aí uma dica de comprinha, na verdade, se não estivesse num lugar tão público, poderiamos dizer que foi uma boa garimpagem.
Imagens de personalidades divinamente pichadas em camisetas.  Lindas! Tá vendo essa do Charlie Chaplin? Essa do lado do Bob Marley? Então, já é minha.
Procure Junior, alto da Sé,Olinda. Custa uma pexinxa de R$ 10,00 

9 de janeiro de 2010

Mulher



Uma imagem que fala de beleza, delicadeza, de GENTE real.

Piqueniques



Huummm, saudade dos velhos piqueniques.  Fiz vários...
Hoje foi dia de trabalho, tranquilo, produtivo. Para coroa-lo e fechar bem a semana: Praia.
Convidei quatro figuras - Topa tudo na hora, e cinco da tarde estavámos nos deliciando no mar de Maria Farinha, água morninha, muito vento gelado, praia quase deserta... ( sim, porque eu não aguento praia lotada) por isso prefiro os extremos: Marinha Farinha, litoral norte e Carneiros, litoral sul.
Eu, Ed,Vera, Jessica e André, os vamos todos juntos, delicioso passar o final de tarde com vocês.  Todos sabem que adoro o anoitecer, e dá tchau ao dia em grande estilo é tudo de bom.
Muitos beijos.

8 de janeiro de 2010

Real



Você só tem adoçado minha boca, me ouve, me ajuda a sair de dentro de mim. 

Desse jeito vão saber de nós dois

Dessa nossa vida
E será uma maldade veloz
Malignas línguas
Nossos corpos não conseguem ter paz
Em uma distância
Nossos olhos são dengosos demais
Que não se consolam, clamam fugazes
Olhos que se entregam, ilegais


Eu só sei que eu quero você
Pertinho de mim
Eu, quero você dentro de mim
Eu, quero você em cima de mim
Eu quero você

Trecho de Ilegais - Vanessa da Mata

Piração



eu to tentando

ser independente
e nao consigoo
to ficando loucoo
kkkkkkkkkkkkkk
concursooo
etcc''''
kkkkkkkkkkkkkk
nao consigo
namorar com ninguemm
sem pacienciaaaa
e lasca
kkkkkkkkkkkkkkk



Ainda bem que ele ri, tem gente na targa preta por bem menos. Um trecho de uma conversa de msn, um velho amigo falando o mesmo de tantas outras pessoas...

Hoje eu tô q tô...

Eu não sei se vou ajudar muito porque a minha visão não importa, o que vale mesmo é o que você sente, quer, te faz feliz... 

Tentar é fundamental, não deixe de tentar nunca, mas tente a coisa certa, mire no que você gosta, perder tempo em provas impassáveis desses concursos que prometem o "céu", pode te deixar a cada dia mais longe da independência e criar uma "mania" de concurso público, isso pode de deixar louco. Pode!

Começa assim:  Não consegue namorar ninguém, provavelmente porque não é independente, vai ficando sem paciência, não aguentando as pessoas, é lasca. Pode rir.
Se você buscar fazer algo que gosta, ficará apaixonado e será muito mais feliz.
Conforme combinamos, tomaremos um milk shake para trocarmos uma idéia.

Fica bem, tá? Se pirar, eu adoro gente pirada.

Um dia pra Gatos



Sonhei com gatos, o animal claro! Parece perseguição. Acredite!
Não gosto de gatos, tenho medo, acho sinistro, preguiçoso, quero distancia... Não vai ser um bicho que terei em casa, a não ser que seja realmente coisa do destino, marido ou filhos gostarem.  Por eles eu aguento, coloco uma casinha láaaaaa no fundo do quintal.

Voltando ao sonho! 

Eles estavam tentando entrar aqui em casa, eu, claro, estava enxotando-os.  Nossa, como eles insistiam, eu espantava com a vassoura, tirava e eles voltavam, uma verdadeira briga de gatos. Gremmmm!

Pra piorar, meu horóscopo chinês é tigre e por favor, é melhor me chamar de Crisoleide, do que de "gata".  

Pois bem, sonhar com gatos, pra variar, não é bom. Calma!  A não ser que no sonho ele estava em uma situação perigosa, aí sim, tudo muda de figura.

Peguei meu livro de sonhos e não deu outra.  Vitória, até já aconteceu.   Eu sou do tipo que não contraria nenhuma intuição, nenhum sonho...  Acho que tem uma força maior nos ajudando e só os céticos continuam, ali, parados, sem o melhor da vida... mas isso não é problema meu.

Foi só para dizer que tudo pode acontecer, e pode até ser revelado no sonho. Se ligue! 
Força na peruca, porque a vida é curta. Curta!



Um Q




Adoro fotografias, sempre gostei.  Imagens marcantes, que gritam sentimentos, transbordam palavras e muitas vezes calam, e no silêncio dizem muito mais...

Hoje eu estou querendo conversar, falar de sentimentos, viajar, não sei bem como iniciar já que quando se tem muito pra falar, nada se diz.  Na verdade poderia começar tentando explicar como começou essa minha coisa de ter um blog, da minha insegurança em fazer postagens e parecer rídicula, de não ser aprovada, de não ter seguidores ou leitores...  Coisas de quem usar a internet ou tem medo de coisas...

Apesar do blog querer parecer um diário, está bem longe do verdadeiro sentido;  já tive um diário e sei bem como funciona, ele tinha chave e ninguém poderia ler o que tinha ali dentro; eram coisas muito intimas e faziam parte de minha cura, minha própria cura.  Por isso que acho que tudo que se publica na net, tem a intenção que outras pessoas vejam, essa é a minha também.    Se o blog fosse só pra mim, ele seria oculto.

Tenho amigas que falam comigo lendo meus textos, e muita delas sabem mais de mim do que eu mesma, sério! Não sei se é bom ou ruim, só sei que cada cabeça um mundo, cada mundo um sentença e cada criatura uma criação, só espero que possa transmitir o meu verdadeiro eu.  Não que eu tenha um "eu" não verdadeiro, mas acabamos mostrando em alguns momentos umas facetas menos usadas, eu diria.

Muita gente me ligou comentando sobre um texto no qual eu soltei todos os palavrões, ninguém nunca me viu assim, usando nenhum deles, mas naquele dia eu quis falar todos e sabia que iria causar essa impressão, mas era necessário imprimir.

Afinal, aqui eu continuo me curando.




Salada de Verão



Quando resolvo fazer uma postagem, as vezes eu tenho só a foto, noutras só o texto.  Gosto muito dessa foto, lembro que até já fiz uma postagem com ela. Vasculhando minhas imagens, encontrei-a.  Não sabia nem o que escrever, tem dias ou momentos que estamos sem inspiração, hoje foi um deles. Daí, ouvi pescador de Ilusões do Rappa, amo essa música, ela é suave e tem um ritmo delicioso, pronto.  Achei que combinava com a foto e postei pra vocês.

Se meus joelhos não doessem mais

Diante de um bom motivo
Que me traga fé, que me traga fé

Se por alguns segundos eu observar
E só observar
A isca e o anzol, a isca e o anzol
A isca e o anzol, a isca e o anzol
Ainda assim estarei pronto pra comemorar


Se eu me tornar menos faminto
e curioso, e curioso
O mar escuro, é, trará o medo lado a lado


Com os corais mais coloridos
Valeu a pena, ê ê
Valeu a pena, ê ê
Sou pescador de ilusões
Sou pescador de ilusões (bis)

Se eu ousar catar
Na superfície de qualquer manhã
As palavras de um livro sem final
Sem final, sem final, sem final, final

7 de janeiro de 2010

Banana Split



Quando o sol sair me beije, me beije

Mas me beije logo

Quando o sol sair me beije, me beije
antes que escureça

Não me deixe só
Em outro planeta

Se a gente quiser
O mundo se ajeita


Como a camisa e o botão
Como as estrelas lá do céu
Como a estrada e o caminhão
Como você e eu

Como a saudade e o coração
Como a caneta e o papel
Como a chuva no verão
Como você e eu

Sim, meu amor se a gente quiser esse mundo se ajeita

A camisa e o Botão - Claúdia Leite

Rodrigão, obrigada

PLANEJE-SE E FAÇA ACONTECER




Passado o momento de reflexões típico do final do ano, é chegada a hora de listar todas as metas para o ano que se inicia. Janeiro é um mês que combina com planejamento. Mas não basta colocar seus planos no papel. Tirá-los daí é um grande desafio.

Quanto mais se pensa nos sonhos, maiores são as chances de eles se realizarem. Com as ideias amadurecidas, é preciso também planejar como fazê-las acontecer, que prazos cumprir e quem mobilizar para torná-las reais. Além disso, é importante considerar quais os facilitadores, as dificuldades que poderão ser encontradas e as estratégias para superar ou minimizar os obstáculos.

Enfim, comece o ano com os planos e as estratégias no papel. Mas não fique só nisso. Tenha-os sempre em mente... e mãos à obra!
 
Fonte: Minuto Ágilis

5 de janeiro de 2010

Cartola



A amizade pode nascer de uma simples preferência musical, de um passeio na mesma excursão, na faculdade, trabalho... Mas ela só ganha selos de qualidade, quando você me empresta o rádio para ouvir minha música preferida, quando me perco da excursão e você fica do meu lado, quando me ajuda fazer o trabalho e mesmo me achando doida, está sempre comigo.

Kátia, você abriu as portas da sua casa pra mim, para uma amizade que estava apenas começando.  Comemorou meu aniversário no alto do Cristo Redentor, fez festa e contratou até os figurantes, rsrrsr.  Você deu um selo ISO 9000 a nossa amizade.  Muito Obrigada

Adoro sua sinceridade, sua lealdade, sua transparência.  Fico muito feliz por você escolher a nossa cidade para passar as férias pela segunda vez.  Adorei passar o dia de hoje com você, Luis e Luisa.  Aminha casa é sua, pode vir a hora que quiser.

Beijo grande. E não esqueca: A vida é Curta. Curta!

3 de janeiro de 2010

Romance - Uma história sobre o amor



Quem ainda não viu, não pode deixar de conferir a riqueza desse filme.  Um texto perfeito, inteligente, sensível e muito real.  Letícia Sabatela está lindíssima e Wagner Moura um espetáculo a parte.

Não percam! É só amor

Sinopse:
Ana (Letícia Sabatella) e Afonso (Wagner Moura) são dois jovens atores que se apaixonam durante a montagem teatral de Tristão e Isolda . Ao mesmo tempo que recriam a história deste casal mítico que está na origem de todos os casais românticos, eles tentam descobrir para si próprios uma nova forma de se relacionar.

Do diretor de O Auto da Compadecida e Lisbela e o Prisioneiro - Guel Arraes

Desempregado



Estar desempregado não é fácil, mexe com a alto-estima, causa privações... E para quem ainda não percebeu, estar sem emprego da muito mais trabalho do que qualquer outra coisa.

Preencher currículos, fazer cadastros gigantecos nos sites de emprego, comprar jornal, se manter atualizado, contactar sua rede de relacionamento, contar a mesma história para dezenas de pessoas, participar de entrevistas, da entrevista da entrevista, testes escritos, práticos, dinâmicas de grupo, estudar para concurso...  É dinheiro para inscrições, passagem, gasolina, cortar cabelo, maquiagem, sapato, xerox, internet e... 

Sem falar na angustia, na espera, nas frustrações e em muitos casos a vaga é para um trabalho que você nem mesmo gosta, ou se identifica, é só para não ficar desempregado.  E para os que, ao invés de conseguirem um trablho, tiveram a sorte do emprego, sabem que nada vem de graça e que vai ter sempre aquele que vai te passar a perna.

Calma, o ano só está começando.  Antes de ficar desesperado(a) com a cobrança da família, amigos e conjuge, pense que é sua felicidade que estar em jogo e que o trabalho é uma extenção da sua casa, portanto é preciso paciência para fazer uma boa escolha.

Um grande beijo e sucesso a todos.

Banho



O banho lembra a minha infância, quando tomava banho dentro do baril de água, ou me acabava com os banhos de chuva.

Já tomou banho hoje? Ah! Vai tomar banho.

Um dos rituais mais antigos e um dos momentos mais deliciosos dos dia.
Banho é tudo de bom, deixar a água batendo na nuca, resfriando o corpo...  Só de escrever esse texto, posso sentir a sensação de um bom banho frio, meu preferido.
Esfoliantes, sabonete de ervas e frutas não podem faltar.
Banho de chuveiro, cachoeira, chuva, rio, mar, bica, mangueira, mel, banheira, sal grosso, confete, a dois... Até banho maria eu já provei.

Penso que o banho é um momento de renovação, no momento que tiro a sujeira, o suor, me livro também dos aborrecimentos,uma tristeza e me sinto muito melhor.

Poderíamos dar mais atenção a esse prazer.  Também já tomei banho de gato, já dormi sem tomar banho e de tanto cansaço não consegui nem tirar a roupa, já tomei banho de roupa e tudo, já coloquei uma cadeira plastica debaixo do chuveiro, já tomei banho gelado tomando um copo de água gelada.  E tenho uma amiga que toma banho comendo rodelas de abacaxi... rrsr  Essas coisas acabam com a sede.

Aproveite esse momento para se dedicar a você. Só não esqueça de economizar água, o planeta agradece.

Um beijo e... Vá tomar banho!

1 de janeiro de 2010

Histórias

Esses dias de descanso estão sendo ótimos, filmes maravilhosos, redinha, praia, picolé caseiro e tranquilidade.  Ôoo vida mais ou menos.

O Contador de Histórias

Critícas gigantescas, realidade nua e crua, você literalmente rir para não chorar.  O mundo pode ser visto apenas por um lado, mas a sua essência pode mudar tudo, ou se permitir mudar.  Um retrato do que o amor, ou a falta dele, pode fazer com uma criança. 



Sinopse:

'O Contador de Histórias' gira em torno da trajetória de Roberto Carlos, um menino pobre de Belo Horizonte que, durante a década de 70, cresce em uma entidade assistencial para menores então recém-criada pelo governo. Entre fugas e capturas, ele é considerado irrecuperável por seus educadores. A vida do garoto, porém, muda quando ele conhece a pedagoga francesa Margherit (Maria de Medeiros, de Pulp Fiction), que vem ao Brasil para realizar uma pesquisa. Juntos, aprendem importantes lições um com o outro, que mudarão as vidas de ambos para sempre.

Curiosidades:


» Com direção de Luis Villaça e produção de Denise Fraga e Francisco Ramalho Jr., O Contador de Histórias inspira-se na história real de Roberto Carlos Ramos, ex-menino de rua que se transformou em professor e contador de histórias, ofício no qual é hoje considerado um dos melhores do mundo.

Excelente filme!